ASSOCIE SUA MARCA À CULTURA

INCENTIVO CULTURAL (Lei Estadual de Incentivo à Cultura e Rouanet)
Para incentivo cultural entre em contato pelo email: institutociabelladeartes@gmail.com ou iccba@hotmail.com

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

MUSICAL "A DANÇA DOS SIGNOS" DE OSWALDO MONTENEGRO - Dia 07 e 08/12 às 20h30m



O INSTITUTO CULTURAL COMPANHIA BELLA DE ARTES e OFICINA DOS MENESTRÉIS apresentam nos dias 07 e 08 de dezembro, às 20h30m no Teatro da Companhia Bella de Artes o Musical de Osvaldo Montenegro "A DANÇA DOS SIGNOS".

O espetáculo musical a “DANÇA DOS SIGNOS”, de OSWALDO MONTENEGRO, entrou em cartaz pela primeira vez em 1982, no Rio de Janeiro.
Desde então, tem uma história de 30 anos de sucesso, tanto de público como de crítica. Mais de um milhão de pessoas, por todo o Brasil, já assistiram “A Dança dos Signos”.
Dentro de um universo de luz, sombras e poesia, o espetáculo passeia pelos doze signos do zodíaco.

O lado materno do canceriano, a mudança de temperamento do pisciano e a magia do Sagitário são realçados pela versatilidade de um elenco de 15 (quinze) menestréis e convidados especiais, que cantam, dançam e atuam com muita delicadeza e humor.

Ingressos: Rua Prefeito Chagas, 305 - PL - Edifício Manhattan. (35) 3715-5563
Inteira - R$20,00
Meia - R$10,00 (mediante apresentação de documento).

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

"CENTENÁRIO DE LUIZ GONZAGA" É O TEMA DO SARAU DE POESIA DE NOVEMBRO

O SARAU DE POESIA do dia 29 de novembro será em homenagem às comemorações do Centenário de Luiz Gonzaga. O Forró Transregional de MARAPATÁ estará presente no Sarau contribuindo para a merecida homenagem ao "Rei do Baião". Com início às 20 horas o Sarau é realizado todo mês no Teatro do Instituto Cultural Companhia Bella de Artes - Rua Prefeito Chagas, 305 - PL - Edifício Manhathan - Poços de Caldas-MG. 

MUSICAL "A DANÇA DOS SIGNOS" DE OSWALDO MONTENEGRO SERÁ APRESENTADO NOS DIAS 07 e 08 DE DEZEMBRO NA COMPANHIA BELLA DE ARTES





O INSTITUTO CULTURAL COMPANHIA BELLA DE ARTES e OFICINA DOS MENESTRÉIS apresentam nos dias 07 e 08 de dezembro, às 20h30m no Teatro da Companhia Bella de Artes o Musical de Osvaldo Montenegro "A DANÇA DOS SIGNOS".

O espetáculo musical a “DANÇA DOS SIGNOS”, de OSWALDO MONTENEGRO, entrou em cartaz pela primeira vez em 1982, no Rio de Janeiro.
Desde então, tem uma história de 30 anos de sucesso, tanto de público como de crítica. Mais de um milhão de pessoas, por todo o Brasil, já assistiram “A Dança dos Signos”.
Dentro de um universo de luz, sombras e poesia, o espetáculo passeia pelos doze signos do zodíaco.

O lado materno do canceriano, a mudança de temperamento do pisciano e a magia do Sagitário são realçados pela versatilidade de um elenco de 15 (quinze) menestréis e convidados especiais, que cantam, dançam e atuam com muita delicadeza e humor.

As doze músicas que compõem o espetáculo estão reunidas no CD, A DANÇA DOS SIGNOS.

Ingressos: Rua Prefeito Chagas, 305 - PL - Edifício Manhattan.




terça-feira, 23 de outubro de 2012

SARAU DE POESIA EM HOMENAGEM A POÇOS DE CALDAS CONTINUA A PROGRAMAÇÃO DE ANIVERSÁRIO DA CIDADE

Fotografia registrada por Limercy Forlin na década de 50



O INSTITUTO CULTURAL COMPANHIA BELLA DE ARTES apresenta nesta quinta feira dia 25 de outubro às 20h o SARAU DE POESIA em homenagem a Poços de Caldas, em comemoração ao aniversário de 140 anos de nossa cidade. O palco fica aberto à participação de todos os presentes para ler ou recitar uma poesia, interpretar, cantar e encantar, sempre com entrada franca.

Este evento em especial contará com a curadoria de Roberto Tereziano e a participação do Coro Lá de Minas, entre tantos outros amigos e convidados que se unem para esta celebração. 

“O Sarau é um projeto já consolidado na Companhia Bella de Artes que acontece toda última quinta feira do mês quando se reúnem amantes da poesia e da arte em geral para conversar e mostrar seu trabalho e a dos que admiram, um projeto que cada vez mais surpreende pelo interesse e qualidade do que é apresentado, um momento de oportunidade para todos com presenças muito especiais” diz Marina Valle de Andrade, presidente do Instituto que abriu neste mês de outubro as comemorações do aniversário da cidade com a Exposição: “Limercy Forlin – Trajetória do Olhar”, aberta a visitação. 

O Instituto Cultural Companhia Bella de Artes conta com o incentivo do Ministério da Cultura através da Lei Rouanet, Mineração Curimbaba, Governo de Minas através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, Togni S/A Materiais Refratários, patrocínio de Cristais Cá D’Oro, apoio cultural da Poços Net e Resc Assessoria Contábil.

O evento acontece na sede que fica no Edifício Manhattan andar PL, à Rua Prefeito Chagas, 305, Centro. Mais informações: (35) 3715.5563 / institutociabelladeartes@gmail.com.

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

CIA BELLA DE ARTES abre nova EXPOSIÇÃO: “LIMERCY FORLIN – Trajetória do Olhar”

GOVERNO DE MINAS e o INSTITUTO CULTURAL COMPANHIA BELLA DE ARTES, em parceria com o FOTO LIMERCY apresentam a exposição "LIMERCY FORLIN - TRAJETÓRIA DO OLHAR", que estará aberta ao público de 19 de outubro a 22 de dezembro, de segunda à sexta das 14h às 20h e aos sábados das 14h às 18h, com entrada franca.

Esta exposição abrirá a programação da COMPANHIA BELLA DE ARTES em comemoração aos 140 anos de Poços de Caldas. Outras atividades serão desenvolvidas como, por exemplo, o Sarau de Poesias que acontecerá no dia 25 de outubro no auditório do INSTITUTO em comemoração a essa data tão importante na história da cidade.

“Além de um fotógrafo de técnica apurada e olhar peculiar, LIMERCY FORLIN foi também um personagem agente no setor da cultura de nossa cidade. Poucos têm conhecimento dos seus feitos e acreditamos que não havia momento mais apropriado para levantar o tema do que às vésperas do aniversário de Poços” diz MARINA VALLE DE ANDRADE, presidente da COMPANHIA BELLA DE ARTES.

LIMERCY FORLIN foi um dos primeiros fotógrafos em atuação na cidade de Poços de Caldas. Nasceu em 01 de outubro de 1921 na cidade de Vargem Grande do Sul, onde aprendeu com seu pai, que também era fotógrafo, as técnicas e olhares da fotografia da época. Em 1945, LIMERCY passa a residir em Poços de Caldas onde instalou o FOTO LIMERCY que continua em funcionamento até os dias de hoje.

Na década de 60, LIMERCY FORLIN foi vice-presidente da ASI - Associação Sul Mineira de Imprensa e lançou a brilhante ideia da Fundação do Museu Histórico e Geográfico de Poços de Caldas que continua em funcionamento até hoje. O Conservatório Musical da cidade, que está em plena atuação na formação de músicos, também foi idealizado por LIMERCY. Estes são alguns dos grandes feitos realizados por LIMERCY FORLIN em contribuição à cidade de Poços de Caldas que serão apresentadas na exposição, assim como alguns trabalhos de autoria do próprio fotógrafo.

O INSTITUTO CULTURAL COMPANHIA BELLA DE ARTES conta com o apoio da LEI ESTADUAL DE INCENTIVO À CULTURA, TOGNI S/A MATERIAIS REFRATÁRIOS, patrocínio de Cristais Cá D’Oro, apoio cultural da Poços Net e Resc Assessoria Contábil. Esta exposição conta com a curadoria da neta de LIMERCY e também fotógrafa CAMILA FORLIN, contando também com o apoio cultural de Cosmos Engenharia, Mercearia Líder, Revbras, Kido Pintando e Decorando, Center Molduras, Simco e Copiativa.  

Para mais informações entrem em contato pelo telefone (35) 3715.5563, email: institutociabelladeartes@gmail.com, ou na nossa sede que está localizada no Edifício Manhattan, andar PL, à Rua Prefeito Chagas nº 305.

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Preparativos para a EXPOSIÇÃO: "LIMERCY FORLIN - Trajetória do Olhar"


Estão todos convidados para visitar a exposição que estará aberta a público a partir deste sábado! Esperamos vocês!!!
De 20/outubro/2012 a 22/dezembro/2012
De segunda a sexta das 14h às 20h e aos sábados das 14h às 18h.



segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Quinta 11/10 – BANDA SOUND ROCKET no Encarte Musical



 
O Encarte Musical é um evento criado pelo Instituto Cultural Cia Bella de Artes e o músico Rodrigo Lee, que visa a divulgação de trabalhos autorais e acontece no Teatro Nicionelly Carvalho da Cia Bella de Artes (Edf. Manhattan) na segunda quinta feira de cada mês. O evento de outubro (11/10) contará com a presença da banda Sound Rocket, que apresentará um show em tributo à banda norte americana Dream Theater.

A direção musical desse show fica a cargo de Rodrigo Lee.

A apresentação começará às 20h. Maiores informações no telefone: 3715.5563.

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

HOJE, às 20 horas - SARAU DE POESIA em HOMENAGEM A OSWALDO MONTENEGRO


SARAU DE POESIA - HOMENAGEM A OSWALDO MONTENEGRO

HOJE, 27/09 às 20 horas

O PALCO ESTÁ LIVRE, TRAGAM SUAS POESIAS, MÚSICAS, COMPOSIÇÕES...

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Próxima Quinta-Feira, 27/09 - Sarau de Poesia, e quem escolhe o homenageado é você!


ATENÇÃO AMANTES DA POESIA E DA MÚSICA.

QUEM ESCOLHE O HOMENAGEADO SARAU DE POESIA DA PRÓXIMA QUINTA-FEIRA, 27/10/2012 É VOCÊ!

ENTRE NO PERFIL OU NA FAN PAGE DO FACEBOOK ATÉ AMANHÃ, 25/09/2012 E DEIXE SEU PALPITE, SUGERINDO UM POETA OU COMPOSITOR!



SARAU DE POESIA
DIA 27/09/2012
20 HORAS

domingo, 16 de setembro de 2012

VAGAS PARA CURSO LIVRE DE TEATRO NA COMPANHIA BELLA DE ARTES



Turma da Oficina dos Menestréis módulo I, com Marina Valle (Cia Bella), Deto Montenegro, Daví Lopes e Zé Alexandre.

Estão abertas as vagas para o segundo módulo da OFICINA DOS MENESTRÉIS, curso de teatro livre criado por Oswaldo Montenegro, com a proposta de montagem de uma peça dele, que terá supervisão da equipe de São Paulo.

A preparação acontecerá em outubro e novembro de 2012, com apresentações em dezembro. Os alunos interessados poderão fazer uma aula experimental este mês no primeiro módulo que está em conclusão.

“O Instituto Cultural Companhia Bella de Artes comporta todos os segmentos da arte, e nada melhor que um teatro musical para expressar essa proposta, acreditando que o ator deve ser completo, além de propiciar o intercâmbio com uma Oficina com excelência comprovada.” diz Marina Valle de Andrade, presidente do Instituto.

Deto Montenegro, juntamente com Daví Lopes, esteve em Poços de Caldas esta semana para conferir os resultados conquistados pelo grupo e reafirmar a continuidade do trabalho, sob comando de Zé Alexandre e Morgana Bittencourt. Sua visita contou com o apoio do Minas Garden Hotel e L’Itália Restaurante.

Os interessados podem comparecer na Companhia Bella de Artes, das 14h ás 20h, que fica no Edifício Manhattan andar PL, entrar em contato pelo telefone (35) 3715.5563 ou enviar um email para: institutociabelladeartes@gmail.com

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

QUINTA 13/SET - Encarte Musical apresentam: Banda Climatic

 
DATA: 26 de junho de 2012
HORÁRIO: 20h
LOCAL: Instituto Cultural Companhia Bella de Artes
Rua Prefeito Chagas, 305 - andar PL
Eddfício Manhattan – Centro
(35) 3715.5563
 
O Encarte Musical é um evento criado pelo Instituto Cultural Cia Bella de Artes e o músico Rodrigo Lee, que visa a divulgação de trabalhos autorais e acontece no Teatro Nicionelly Carvalho da Cia Bella de Artes (Edf. Manhattan) na segunda quinta feira de cada mês.
 
O evento de setembro (13/09) contará com a presença da banda Climatic, que surgiu em 2010, segundo seus integrantes, com o intuito de levar o clima do amor e da presença de Deus a todos os lugares. Começaram com: Elder Landim (baixista), Natanael Leda (guitarra) e Pyter (vocal), e com o tempo foram acrescidos os outros músicos: Jéssica Talita (baterista) e João Paulo (guitarrista). O último a ingressar na banda foi Matheus Felipe (tecladista). A Banda Climatic vem, nos últimos anos, realizando alguns shows com músicas próprias e cover’s, sempre visando o propósito maior de evangelizar através da música e do rock.
 
A apresentação começará às 20:00h. Maiores informações no telefone: 3715-5563.

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

QUINTA, 30/08 - SARAU DE POESIA EM HOMENAGEM A CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE


“A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos,na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade.
A dor é inevitável. O sofrimento é opcional.”
Carlos Drummond de Andrade

LOCAL: Instituto Cultural Companhia Bella de Artes
ENDEREÇO: Edifício Manhattan andar PL à rua Prefeito Chagas, 305
INFORMAÇÕES: 3715.5563
HORÁRIO: 20h


quinta-feira, 26 de julho de 2012

QUINTA 26/07 - SARAU DE POESIA em homenagam a JORGE AMADO


LOCAL: Instituto Cultural Companhia Bella de Artes
ENDEREÇO: Edifício Manhattan andar PL à rua Prefeito Chagas, 305
INFORMAÇÕES: 3715.5563
HORÁRIO: 20h


No dia 10 de agosto JORGE LEAL AMADO DE FARIA completaria 100 anos.

Um dos maiores escritores brasileiros de todos os tempos, Jorge Amado é o autor mais adaptado da televisão brasileira, com sucessos como Tieta do Agreste, Gabriela Cravo e Canela e Tereza Batista Cansada de Guerra, além de Dona Flor e Seus Dois Maridos e Tenda dos Milagres.

Seus livros foram traduzidos em 55 países, em 49 idiomas, existindo também exemplares em baille e em fitas gravadas para cegos.






quinta-feira, 12 de julho de 2012

QUINTA 12/07 - Encarte Musical apresenta: Sound Rocket


 

O Encarte Musical é um evento criado pelo Instituto Cultural Cia Bella de Artes e o músico Rodrigo Lee, que visa a divulgação de trabalhos autorais e acontece no Teatro Nicionelly Carvalho da Cia Bella de Artes (Edf. Manhattan) na segunda quinta feira de cada mês. O evento de julho (12/07) contará com a presença da banda Sound Rocket que se formou em 2011 e fez sua primeira apresentação no Radar Musical, realizado na Urca no mesmo ano. Traz em sua formação músicos que participam de outras bandas já conhecidas da cidade: Wanderson di Lourenço - Voz, Henrique Andrade - Guitarra, Mathias Goulart - Baixo e Bruno Scherrer - Bateria. A direção musical desse show fica a cargo de Rodrigo Lee.

A apresentação começará às 20:00h. Maiores informações no telefone: 3715-5563.

Confira tudo que rolou na abertura da Exposição "O Fantástico Mundo de Edgar Blum"

terça-feira, 10 de julho de 2012

Exposição O FANTÁSTICO MUNDO DE EDGAR BLUM


No último sábado, 7 de julho de 2012, o Instituto Cultural Companhia Bella de Artes abriu a Exposição “O Fantástico Mundo de Edgar Blum”. Em meio a bruxas, doendes, monstros e leprechauns, os artistas Pamela Mira e Davi Daniel, ilustradores e escritores, apresentaram a cronologia de seu personagem Edgar Blum e suas aventuras.

A exposição estará aberta a visitação de 7 de julho a 7 de setembro de 2012, de segunda à sexta das 14h às 20h e aos sábados das 14h às 18h. Entrada Franca.

“Para quem quer viver um mundo de fantasias e pura imaginação esta exposição é a oportunidade perfeita. Os artistas Pamela e Davi olham para o mundo e para as pessoas, imaginam as mais fantásticas estórias e conseguem transmitir sua imaginação para o papel e para a tela como poucos.” diz Marina Valle de Andrade, presidente da Companhia Bella de Artes.

Para a realização desta exposição o Instituto conta com o incentivo da Secretaria Estadual de Cultura e Togni S/A Materiais Refratários, apoio da Poços Net, Resc Assessoria Contábil e Vídeo Club Locadora, patrocínio Cristais Ca d’Oro. A Companhia Bella de Artes fica no Edifício Manhattan, andar PL, à Rua Prefeito Chagas, 305 PL – Centro - Poços de Caldas (MG). Mais informações (35) 3715.5563 – ciabelladeartes.blogspot.com.

sexta-feira, 6 de julho de 2012

7 do 7 às 7 horas da noite



Este é o dia marcado para a abertura da exposição O FANTÁSTICO MUNDO DE EDGAR BLUM, apresentado pelo Governo de Minas e pelo Instituto Cultural Companhia Bella de Artes.

Pamela Mira, escritora, ilustradora e contadora de histórias, juntamente com Davi Daniel, autor e ilustrador, apresentam a cronologia de seu personagem Edgar Blum em uma exposição realmente fantástica.

Edgar Blum foi criado em 2009 quando o casal percebeu que precisava de um personagem definitivo, tudo que gostassem na infância. Os dois ficaram meses nesta busca. Da criação de Edgar surgiram livros que evoluíram junto ao desenvolvimento do trabalho de Pamela e Davi. Na noite de abertura os artistas estarão autografando seu livro “Edgar Blum e o Colecionador” e o evento é aberto ao público.

“Os artistas Pamela e Davi olham para o mundo e para as pessoas e imaginam as mais fantásticas estórias e conseguem transmitir sua imaginação para o papel e para a tela como poucos. Uma oportunidade única de conhecer um pouco mais deste mundo mágico que eles vão nos apresentar nesta exposição” diz Marina Valle de Andrade, presidente da Companhia Bella de Artes.

Aventuras pelo mundo, entres bruxas, doendes e leprechaus, personalidade, curiosidade e motivação em um mundo mágico que você poderá visitar de 7 de julho até dia 07 de setembro de 2012. Visitação de segunda à sexta das 14h às 20h e aos sábados das 14h às 18h.

Para a realização desta exposição o Instituto conta com o incentivo da Secretaria Estadual de Cultura e Togni S/A Materiais Refratários, apoio da Poços Net, Resc Assessoria Contábil e Vídeo Club Locadora, patrocínio Cristais Ca d’Oro. A Companhia Bella de Artes fica à Rua Prefeito Chagas, 305 – PL, Edifício Manhattan, Centro, Poços de Caldas. Mais informações (35) 3715.5563 – ciabelladeartes.blogspot.com.



Legenda: Marina (Cia Bella de Artes), Pamela e Davi (artistas)




domingo, 24 de junho de 2012

COMPANHIA BELLA DE ARTES exibirá o filme NO TEMPO DAS BORBOLETAS



DATA: 26 de junho de 2012
HORÁRIO: 20h
LOCAL: Instituto Cultural Companhia Bella de Artes
Rua Prefeito Chagas, 305 - andar PL
Eddfício Manhattan - Centro

(35) 3715.5563





Nesta terça feira dia 26 de junho às 20h o Instituto Cultural Companhia Bella de Artes exibirá o filme No Tempo das Borboletas com sessão gratuita.


Romance baseado em fatos reais, o filme se passa na República Dominicana, onde a jovem Minerva, interpretada por Salma Hayek, se opõe ao governo do tirano general Rafael Trujillo, apoiada no amor que sente pelo rebelde Lio e na vingança contra a morte de membros de sua família. Para isso conta com o apoio de suas irmãs, conhecidas como “As borboletas”, enfrentando o general até as últimas consequências. A direção é de Mariano Barroso, com produção estadunidense. Ano do filme: 2001. Duração: 95 minutos.


Esta exibição é parte do projeto Luz Câmera e Reflexão com curadoria dos professores Lucas Marciano e Rozana Faro. O Instituto está localizado à Rua Prefeito Chagas, nº 305, andar PL, Edifício Manhattan, Centro. Mais informações: (35) 3715.5563 / ciabelladeartes.blogspot.com.

 

segunda-feira, 18 de junho de 2012

MACHUCA NA COMPANHIA BELLA DE ARTES


DATA: 19 de junho de 2012
HORÁRIO: 20h
LOCAL: Instituto Cultural Companhia Bella de Artes
Rua Prefeito Chagas, 305 - andar PL
Eddfício Manhattan - Centro
(35) 3715.5563

Machuca é o filme exibido gratuitamente na Companhia Bella de Artes na próxima terça feira, dia 19 de junho, às 20h, no projeto Luz Câmera e Reflexão. Este filme de 2004, produzido no Chile pelo diretor Andrés Woods, apresenta uma trama que se passa no governo de Salvador Allende, no ano de 1973. As ruas do Chile são tomadas por passeatas. De um lado grande parte da população defende os ideais do socialismo e do outro, grupos de extrema direita querem tomar o poder.

Nesse contexto, no rigoroso e ultraconservador colégio Saint Patrick, um colégio de classe média alta, o aluno Gonzalo se aproxima de Pedro Machuca, um aluno pobre que se beneficia da política de bolsas para alunos carentes fornecidas pela instituição. Os dois tornam-se amigos depois de uma briga e a amizade aumenta a cada dia, independente da condição social de cada um dos alunos.

O trama envolve questões politicas e pessoais no conturbado período entre o governo de Allende e a Ditatuda Militar que se instalou no Chile. O projeto tem curadoria de Rozana Faro e Lucas Marciano. O Instituto Cultural Companhia Bella de Artes fica na Rua Prefeito Chagas, 305 - andar PL, Centro. Para mais informações: (35) 3715 5563 / ciabelladeartes.blogspot.com.




segunda-feira, 11 de junho de 2012

TERÇA 12 DE JUNHO - “CABRA CEGA” É A ATRAÇÃO DO CINECLUBE DA COMPANHIA BELLA DE ARTES


Nesta terça-feira dia 12 de junho às 20h a Companhia Bella de Artes apresenta o filme brasileiro Cabra Cega do diretor Tony Ventura.  

O drama passa nos anos 70, em plena Ditadura Militar, época de protesto, focos de resistência e luta armada. Conta a história de Rosa e Thiago, dois jovens que participam da luta armada. Eles sonham em fazer uma revolução social no Brasil em pleno período militar. Thiago é ferido em uma ação policial e tem que se esconder na casa de um simpatizante do movimento. O drama passa quase que exclusivamente dentro do apartamento – aparelhos clandestinos – onde o jovem Thiago deve aprender a conviver com essa nova situação de insegurança e ao mesmo tempo de vontade de sair e mudar essa realidade, assim como a própria realidade do país. Acontece que a repressão é grande. A ação da policia é enorme. Pessoas são presas, torturadas, mortas e Thiago tem que agir com cautela, aprisionado entre quarto paredes, mas com vontade de ir até as ultimas consequências. É um drama que dialoga com outros filmes e mostra a esperança, os sonhos, a luta daqueles que lutaram pelos seus ideais numa época em que até sonhar era impossível.

O projeto Luz, Câmera e Reflexão acontece todas as terças no Instituto Cultural Companhia Bella de Artes, localizado à Rua Prefeito Chagas, nº 305 andar PL – Centro – Poços de Caldas. Mais informações acesse: ciabelladeartes.blogspot.com ou pelo telefone (35) 3715.5563.

domingo, 10 de junho de 2012

QUINTA 14 DE JUNHO - Brian Roque no Encarte Musical




O Encarte Musical é um evento criado pelo Instituto Cultural Cia Bella de Artes e o músico Rodrigo Lee, que visa a divulgação de trabalhos autorais e acontece no Teatro Nicionelly Carvalho da Cia Bella de Artes (Edf. Manhattan) na segunda quinta feira de cada mês. O evento de junho (14/06) contará com a presença de Brian Roque. Ele trabalha como músico free lancer e no Encarte Musical desse mês apresentará um show instrumental com músicas próprias.





A apresentação começará às 20:00h. Maiores informações no telefone 3715-5563

quinta-feira, 7 de junho de 2012

DETO MONTENEGRO E ZÉ ALEXANDRE FAZEM PARCERIA COM A COMPANHIA BELLA DE ARTES



Deto Montenegro esteve esta semana em Poços de Caldas para iniciar uma parceria com o Instituto Cultural Companhia Bella de Artes.

A Oficina dos Menestréis, oferecida pela primeira vez na Bella de Artes, é ministrada por Morgana Bittencourt e Zé Alexandre e conta com a supervisão do amigo Deto, irmão de Oswaldo Montenegro, com experiência de 20 anos ministrando esta oficina e suas técnicas em São Paulo. É um curso livre de teatro fazendo com que qualquer pessoa possa aproveitar os benefícios da arte, aprendendo a lidar com o erro, trabalhos de expressão e interpretação.


A presença do Deto Montenegro contou com o apoio cultural do Hotel Minas Garden e L'Itália Buffet. Os interessados em fazer os cursos podem entrar em contato através do telefone (35) 3715.5563, do email: institutociabelladeartes@hotmail.com ou ir diretamente à sede do Instituto situado à Rua Prefeito Chagas, nº 305, andar PL.





quarta-feira, 30 de maio de 2012

Quinta 31 / maio - CASTRO ALVES é homenageado no SARAU DE POESIA




DATA: 31 / Maio / 2012, quinta - feira

HORÁRIO: 20 horas

LOCAL: Instituto Cultural Companhia Bella de Artes

Rua Prefeito Chagas, 305 – PL, Edifício Manhattan

Poços de Caldas – MG – Tel (35) 3715.5563



Nesta quinta feira o Instituto Cultural Companhia Bella de Artes homenageia CASTRO ALVES, no tradicional Sarau de Poesia, que neste mês conta com a curadoria do jornalista ROBERTO TEREZIANO. Os presentes podem subir ao palco para declamar poesias, interpretar, cantar, dançar, enfim, o palco estará aberto.



Frederico de Castro Alves, era baiano nascido em Curralinho em 14 de março de 1847, na fazenda de Cabaceiras.



Suas poesias mais conhecidas são marcadas pelo combate à escravidão, motivo pelo qual é conhecido como “Poeta dos Escravos”. Em Recife era tribuno e poeta sempre requisitado nas sessões públicas da Faculdade, nas sociedades estudantis, na plateia dos teatros, incitado desde logo pelos aplausos e ovações, que começava a receber e ia num crescendo de apoteose. Era um belo rapaz, de porte esbelto, tez pálida, grandes olhos vivos, negra e basta cabeleira, voz possante, dons e maneiras que impressionavam a multidão, impondo-se à admiração dos homens e arrebatando paixões às mulheres. Ocorrem então os primeiros romances, que nos fez sentir em seus versos, os mais belos poemas líricos do Brasil.

Teve fase de intensa produção literária e a do seu apostolado por duas grandes causas: uma, social e moral, a da abolição da escravatura; outra, a república, aspiração política dos liberais mais exaltados. Data de 1866 o término de seu drama Gonzaga ou a Revolução de Minas, representado na Bahia e depois em São Paulo, no qual conseguiu consagrar as duas grandes causas de sua vocação. No dia 29 de maio, resolveu partir para Salvador, acompanhado de Eugênia. Na estreia de Gonzaga, dia 7 de setembro, no Teatro São João, foi coroado e conduzido em triunfo.

Em janeiro de 1868, embarcou com Eugênia Câmara para o Rio de Janeiro, sendo recebido por José de Alencar e visitado por Machado de Assis. A imprensa publica troca de cartas entre ambos, com grandes elogios ao poeta. Em março, viajou com Eugênia para São Paulo. Decidira ali – na Faculdade de Direito de São Paulo - continuar seus estudos, e se matriculou no terceiro ano.

Continuou principalmente a produção intensa dos seus poemas líricos e heroicos, publicados nos jornais ou recitados nas festas literárias, que produziam a maior e mais ruidosa impressão; tinha 21 anos, e uma nomeada incomparável na sua geração, que deu entretanto os mais formosos talentos e capacidades literárias e políticas do Brasil; basta lembrar os nomes de Fagundes Varela, Ruy Barbosa, Joaquim Nabuco, Afonso Pena, Rodrigues Alves, Bias Fortes, Martim Cabral, Salvador de Mendonça, e tantos outros, que lhe assistiram aos triunfos e não lhe disputaram a primazia. É que ele, na linguagem divina que é a poesia, lhes dizia a magnificência de versos que até então ninguém dissera, numa voz que nunca se ouvira, como afirmou Constâncio Alves. Possuía uma voz dessas que fazem pensar no glorioso arauto de Agamenos, imortalizado por Homero, Taltibios, semelhante aos deuses pela voz…, como disse Rui Barbosa. Pregava o advento de uma "era nova", segundo Euclides da Cunha.

A 7 de setembro de 1868, fez a apresentação pública de Tragédia no mar, que depois ganharia o nome de O Navio Negreiro. No dia 25 de outubro, foi reapresentada sua peça Gonzaga no Teatro São José.

Em março de 1869, matriculou-se no quarto ano do curso jurídico, mas a 20 de maio, tendo piorado seu estado, decidiu viajar para o Rio de Janeiro, onde seu pé foi amputado em junho. No dia 31 de outubro, assistiu a uma representação de Eugénia Câmara no Teatro Fênix Dramática. Ali a viu por última vez, pois a 25 de novembro decidiu partir para Salvador. Mutilado, estava obrigado a procurar o consolo da família e os bons ares do sertão.

Em fevereiro de 1870 seguiu para Curralinho para melhorar a tuberculose que se agravara, viveu na fazenda Santa Isabel, em Itaberaba. Em setembro, voltou para Salvador. Ainda leria, em outubro, A cachoeira de Paulo Afonso para um grupo de amigos, e lançou Espumas flutuantes. Mas pouco durou.

Sua última aparição em púbico foi em 10 de fevereiro de 1871 numa récita beneficente. Morreu às três e meia da tarde, no solar da família no Sodré, Salvador, Bahia, em 6 de julho de 1871.

Seus escritos póstumos incluem apenas um volume de versos: A Cachoeira de Paulo Afonso (1876), Os Escravos (1883) e, mais tarde, Hinos do Equador (1921).

É patrono da cadeira 7 da Academia Brasileira de Letras.

terça-feira, 22 de maio de 2012

LIXO EXTRAORDINÁRIO NO CINEBLUBE DO ICCBA


Local: Instituto Cultural Companhia Bella de Artes

Rua Prefeito Chagas, 305 - andar PL

informações: (35) 3715.5563

Horário: 20h

ESPERAMOS VOCÊ!!!


Filmado ao longo de dois anos (agosto de 2007 a maio de 2009), Lixo Extraordinário acompanha o trabalho do artista plástico Vik Muniz em um dos maiores aterros sanitários do mundo: o Jardim Gramacho, na periferia do Rio de Janeiro. Lá, ele fotografa um grupo de catadores de materiais recicláveis, com o objetivo inicial de retratá-los. No entanto, o trabalho com esses personagens revela a dignidade e o desespero que enfrentam quando sugeridos a reimaginar suas vidas fora daquele ambiente. A equipe tem acesso a todo o processo e, no final, revela o poder transformador da arte e da alquimia do espírito humano.

segunda-feira, 14 de maio de 2012

TRABALHAR CANSA, de Marco Dutra e Juliana Rojas e o filmes da terça, 15 de maio, no projeto LUZ CÂMERA E REFLEXAO



Local: Instituto Cultural Companhia Bella de Artes
Rua Prefeito Chagas, 305 - andar PL
informações: (35) 3715.5563 
Horário: 20h
ESPERAMOS VOCÊ!!!


TRABALHAR CANSA – O filme tem a direção de Juliana Rojas e Marco Dutra e mostra uma inversão de papéis entre Otávio, que perde o emprego e não tem mais como sustentar sua família e Helena, sua mulher. Na mesma época em que perde seu emprego, sua mulher acaba abrindo um negócio e assumindo as responsabilidades de arcar com as despesas da casa. Ela se torna o chefe da casa, trabalhando o dia todo e ele passa a fazer algumas tarefas domésticas, alternando com alguns bicos.

O relacionamento do casal acaba passando por uma crise, que irá alternar entre as relações pessoais entre os dois e envolver um funcionário do negócio de Helena e a empregada do casal. Acontecimentos estranhos, inexplicáveis, também irão fazer parte da trama, com um toque de “sobrenatural”, levando A corromper as relações pessoais sociais e trabalhistas entre os personagens. 

Gênero – Drama/Nacionalidade – Brasileira/Ano de produção – 2011.

A curadoria do cineclube é dos professores Lucas Marciano e Rozana Maris Faro, com colaboração do professor Hevisley Ferreira. O cineclube do ICCBA é parceria com o Sinpro (Sindicato dos Professores do Estado de Minas Gerais) e a UJS. A idade mínima recomendada para assistir aos filmes é de 18 anos. O Instituto Cultural Cia Bella de Artes fica à Rua Prefeito Chagas, 305, Pilotis, Centro Empresarial Manhattan. Mais informações: 3715-5563.

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Encarte Musical e Rodrigo Lee apresentam: Elementos e Léo Pac



  

O Encarte Musical é um evento criado pelo Instituto Cultural Cia Bella de Artes e o músico Rodrigo Lee, que visa a divulgação de trabalhos autorais e acontece no Teatro Nicionelly Carvalho da Cia Bella de Artes (Edf. Manhattan) na segunda quinta feira de cada mês. O evento de maio (10/05) contará com a presença do grupo Elementos e o cantor Léo Pac.

Formado em 2009, o grupo de Rap/Hip Hop Elementos conta com os MC’s: G9 (Gianlucca), Dough (Douglas), Cirilo (Júlio César) e Castor (Robson). 

Com muitas influencias dentro do estilo Hip Hop e parte dentro de outros gêneros musicais, o grupo se desenvolve e evolui diariamente dentro do mercado, visando alcançar muito mais do que já tem.

Os Beats são produzidos por Dough (MC e Beatmaker), também integrante do grupo, a maioria usando samples variados o que é uma característica do grupo.

Uma rima ágil é o que resume o rap feito pelo sul-mineiro Leopac. Com letras politizadas e modernas, o jovem criado em Poços de Caldas cresceu ouvindo música negra e através do Funk Original, ainda nos anos 1980, sentiu vontade de ingressar na cultura Hip-Hop. Com o single ‘Chicote Estrala’ já lançado, que precede o primeiro EP gravado sozinho após quase oito anos na estrada do rap, ele se prepara para gravações e participações em mixtapes.

O primeiro EP do rapper vem com nove faixas. As letras falam sobre as experiências do jovem. Dentro das nove faixas, duas produções ficaram por conta do DJ Duh de Campinas e o restante das produções são de Pac.

A apresentação começará às 20:00h. Maiores informações no telefone 3715-5563.

terça-feira, 8 de maio de 2012

TERÇA 08 / 05 - TEMPOS MODERNOS, de Charles Chaplin, no projeto LUZ, CAMERA E REFLEXÃO



Filme produzido e dirigido por Charles Chaplin em 1936. O filme, em preto e branco, é o último filme mudo que foi produzido por Chaplin. A história se passa nos Estados Unidos pós crise de 1929, fato esse que acabou levando o país à Grande Depressão. Uma das consequências da grande recessão econômica, foi o surgimento de uma massa de desempregado e milhões de pessoas esfomeadas. No período pós crise de 1929 houve uma grande queda na produção industrial nos Estados Unidos. Empresas e bancos faliram, demitindo seus funcionários e agravando ainda mais a situação econômica e social. A crise repercutiu mundo afora, inclusive no Brasil.
O modelo de sociedade urbana que começava a vigorar na época passava pela industrialização. Como característica dessa industrialização observamos que no período a base do sistema de produção eram as linhas de montagens nas fábricas, gerando uma aceleração na produção e nas relação de trabalho. As máquinas acabaram fazendo o trabalho de muitos homens. Além disso, as pessoas passaram a se especializar em determinada etapa da produção, já que isso diminuia o tempo gasto de deslocamento para a etapa seguinte, consequentemente gerando ainda mais lucro para o dono da fábrica. Um importante momento do filme no que se refere à rapidez na produção é retratado no comedor para os funcionários, que visa diminuir o tempo de refeição para apenas 15 minutos, consequentemente fazendo o operário trabalhar mai s.
É nesse contexto da história que o personagem de Chaplin acaba conseguindo trabalho numa indústria. Como proletário, ele tem que vender a sua força de trabalho. Na empresa ele passa a liderar um movimento grevista, tornado-se lider do movimento e sendo perseguido por isso. Apaixona-se pela “mocinha” do filme, que faz uma critica clara a modernidade, onde o que se quer é o lucro não importando de que maneira ele seja conseguido.
Todo esse sistema de produção, atrelado à crise econômica, acaba gerando imensas desigualdades sociais e a concentração de renda na mãos de uma pequena parcela da população. Há também retratos da luta de classe entre o operariado e o dono dos bens de produção. É um retrato do modernidade e da aceleração do tempo. Vale a pena assisitir.

segunda-feira, 7 de maio de 2012

AGENDA - maio / 2012




BIBLITECA DAS ARTES

É isso mesmo, a BELLA DE ARTES acaba de contratar uma atendente que espera sua visita na BIBLIOTECA DAS ARTES. A partir do dia 14 de maio, de segunda a sexta das 14h às 20h, e aos sábados das 14h ás 18h. A BIBLIOTECA é especializada, com livros sobre fotografia, arquitetura, dança, música, teatro, tudo relacionado às artes. Esperamos sua visita!!!


PROJETO LUZ, CÂMERA E REFLEXÃO

As sessões do cineclube deste mês tem o tema MÊS DO TRABALHO. Sempre com entrada franca, rolam às terças, às 20:00 horas, no Teatro Nicionelly Carvalho, no ICCBA. A curadoria é do professor Lucas Marciano e da historiadora Rozana Faro. A idade mínima recomendada para assistir aos filmes é de 18 anos. O Instituto Cultural Cia Bella de Artes fica à Rua Prefeito Chagas, 305, Pilotis, Centro Empresarial Manhattan. Mais informações: 3715-5563.
MAIO – CICLO ESPECIAL
MÊS DO TRABALHO

Dia 08 - Tempos Modernos – de Charles Chaplin
Dia 15 - Trabalhar Cansa – de Marco Dutra e Juliana Rojas
Dia 22 - Lixo Extraordinário – de Lucy Walker e Vik Muniz
Dia 29 - Quebradeiras – de Evaldo Mocarzel


PROJETO ENCARTE MUSICAL
O Encarte Musical é um evento criado pelo Instituto Cultural Cia Bella de Artes com curadoria do músico Rodrigo Lee, que visa a divulgação de trabalhos autorais. Acontece no Teatro Nicionelly Carvalho, na sede da Cia Bella de Artes à Rua Prefeito Chagas, 305, Pilotis, Centro Empresarial Manhattan. A apresentação este mês será no dia 10, às 20:00h, com a apresentação de ELEMENTOS E LÉO PAC, som RAP / HIP HOP.

Mais informações no telefone 3715-5563.



PROJETO SARAU DE POESIA

Palco aberto para os presentes se apresentarem recitando uma poesia, cantando, dançando ou atuando. O homenageado deste mês é CASTRO ALVES, noite especial em celebração ao mês de libertação dos escravos. Contaremos com a especial curadoria do jornalista ROBERTO TEREZIANO. Na quinta feira, 31/05, às 20h no Teatro Nicionelly Carvalho - Instituto Cultural Companhia Bella de Artes - Rua prefeito Chagas, 305 - Centro - Edifício manhattan.
Mais informações 935) 3715.5563.





OFICINA DO PALCO

A OFICINA DO PALCO, utilizando o “Método dos Menestréis”, desenvolvido por Oswaldo Montenegro e que ainda nos dias de hoje é amplamente usado, tendo como princípio básico abolir o medo de errar. São vários exercícios de teatro que quando aplicados, reforçam, sobretudo, a ideia de que a intuição deve ser a mola mestra de toda e qualquer arte. A duração desta primeira oficina é de 36h (3 meses) com vagas limitadas. Os professores Zé Alexandre e Morgana Bittencourt têm ampla experiência no tema, tendo trabalhado com Oswaldo Montenegro em músicas e peças. Informações: (35) 3715-5563.